Mais um ano se passou

Acordo e me deparo tenho 28 anos e nada tenho; refaço-me deste susto e retificando tenho uma ótima família e grandes amigos, obrigada a todos sem exceções, mesmo os que não lembraram, ou não tiveram tempo, mas que sei que torcem por meu bem estar, por minha felicidade.
Ainda sinto-me perdida, numa crise que insiste em não passar, uma crise de encontro e desencontro entre meu ego e superego, sinto-me feliz, mesmo sem grana, aquele grande amor não se concretizou, com todas as dificuldades diárias normais de pessoas normais, eu me sinto muito bem.
Acordo e sinto que sou amada e sempre assim o será!
Liguei não resistir a não tentar, e decidir que faria por mim, ruim seria se eu não tentasse!
A frase mais marcante foi: – eu não me importo se você não me ligar, não entrar no MSN, nem passar mensagens, sequer me amar, se amo você eu devo te conquistar ou reconquistar, faço isso por mim porque é importante para minha felicidade. Eu vou lutar por você para tê-lo em minha vida. Já tentei de todas as formas te esquecer e não consigo, estou pronta para a batalha! Só me responde duas coisa, você tem outra pessoa? Posso lutar por você?
Ele respondeu: – Você é direta demais, sempre foi assim, me surpreendeu agora. Foi um soco! Não tenho outra pessoa e porque não?
Não preciso de mais nada. Sei que tenho condições de vencer. Vocês podem pensar e o orgulho, o amor próprio, eles dormem sempre sozinhos a noite, eu quero muito mais!
Quero sentir e ser fiel por uma vida inteira, sentir tesão todas as noites pelo mesmo homem e amá-lo por toda minha existência, quero ter filhos e desejar que se pareçam com o pai e me sentir orgulhosa por ser sua mulher.
Não quero viver de fachada, estar com outro por qualquer motivo que não seja amor!
Amor já me falaram que construía com o tempo, mas amor sem a paixão do inicio se torna sem sal incapaz de acender uma chama eterna.
Eu sou movida a paixões e não poderia fugir disso nos meus relacionamentos.
Salve os loucos por amor, malucos de plantão, os que vivem até os últimos minutos acreditando que pode dar certo, insistentes e persistentes de uma batalha amoral, mas capazes de vencer e o troféu é nada mais que sua felicidade!
Meu único medo é dormir com vontade!

Anúncios

1 Comentário

Filed under Uncategorized

One response to “Mais um ano se passou

  1. Edgar

    as entrelinhas desse texto parece muito comigo. lembrei de um trecho de Bandeira que fala assim:
    “Quero antes o lirismo dos loucos
    O lirismo dos bêbados
    O lirismo difícil e pungente dos bêbedos
    O lirismo dos clowns de Shakespeare

    – Não quero mais saber do lirismo que não é libertação. “

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s