pessoas

Como as pessoas mudam ou será que mudam mesmo é a forma como encaramos as pessoas?

Você já olhou alguém e não a reconheceu? Por causa de uma atitude, ou palavra? E parou para se perguntar onde eu estava que nunca vi quem ela realmente é, ou onde eu estava quando ela se transformou, ou ainda onde eu estava que perdi essa transformação?

Você passa tantos anos ao lado de alguém e o descobre diferente, dos trejeitos ao físico; há momentos que deixamos de olhar realmente os detalhes? De como o outro evolui ou não mudou exatamente em nada, e isso o transforma num estranho? Ou ficamos cegos para não encaramos a verdade do que o outro realmente o é?

Porque a real natureza das coisas reside exatamente na mudança, um ser imutável no mínimo seria um egoísta insuportável; tenho pena das pessoas vazias que apenas seguem a correnteza da vida sem mostrar aprendizado.

Muitas vezes um lapso de tempo prolongado nos faz esquecer exatamente como eram as pessoas, outros nos mostram crescimentos e melhorias a olhos vistos; tristes são os sem evolução, ou os que o fazem para o mal e para sequidão dos egocêntricos.

Eu nunca conheci alguém que era bom de verdade (caridoso, humilde, corajoso) e se tornou mal com o passar dos anos, por maiores influências maléficas que tivesse enfrentado. Acredito na existência de centelhas no espírito, as mais secretas, e na primeira oportunidade as fez surgir.

Fico com a impressão das pessoas possuírem o instinto para desenvolver: a covardia na alma de não encarar o mundo, o medo da justiça que os faz se esquivar da verdade, a fraqueza de caráter sobrepondo o designo.

Todos queremos ser aceitos neste mundo, é mais fácil ser cool, antenado com as tendências mundiais, vestir-se bem, ser hipócrita e não dar opinião, contudo todos devem deixar um legado, e este não pode ser um vazio de moralidade.

Ficou brega e esquisito ter dignidade, moral e princípios, século XXI o século das permissões, onde tudo é permitido! Desde que não nos atinja, não é verdade? Onde tudo é normal, desde que não ocorra dentro de casa! Onde nada nos faz refletir, desde que não nos fira no âmago!

Desejo do dia: Mudar é preciso!

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

De lado

É engraçado…

Eu sempre fico do mesmo lado nos relacionamentos.

Sou do lado que fica na esperança;

Sou do lado que calcula os passos;

Sou do lado que mede as palavras para não magoar;

Sou do lado que passa o dia pensando no outro;

Sou do lado que necessita escutar a voz e que mais liga;

Sou do lado que nunca quer terminar;

Sou do lado que tenta ser forte, mas passa a noite chorando;

Sou do lado que mais procura a ser procurado;

Ave Maria eu sou o pior lado!!!!!!

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

seguindo o coração

Eu sempre sou a favor do amor, em qualquer hora, lugar ou momento.

Vou apoiar eternamente as tentativas de ficarem unidos, as menções de abandonar e dedicar sua vida ao outro.

Concordarei em ultrapassar limites, fazer projeções a longo, médio e curto prazo.

Não terei vergonha de chorar de felicidade, fazer cartinhas emotivas, sonhar como será o casamento e com quem os filhos parecerão.

Quero um mar de aflições desde que estas sejam como meu amor esta?  Como poderei fazê-lo ainda mais feliz?

Anseio por beijos ternos, sexo avassalador, cafunés, abraços longos e noites de companheirismo.

Dedicarei meus instintos e até o que me resta de sanidade, mas acreditarei até o último suspiro que vale a pena viver por amor.

Só não aceito a pessoa perder a dignidade, amar quem não o ama realmente, subjugar todos para um bem egoísta, perder os valores que fortalecem e definem o amor verdadeiro!

Vou estar do lado errado e/ou certo muitas vezes, mas optarei todas às vezes em ser feliz, com ou sem um amor, mas o procurando eternamente.

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

Amigos

Dos amigos da infância trago a saudade dos tempos áureos, da pureza perdida, dos sonhos pueris e das descobertas avassaladoras; dos amigos atuais carrego suas experiências, o trato com o mundo, a calar mais e escutar sempre por mais difícil que o seja.

É engraçado e triste quando descobrimos que vivemos anos ao lado de uma pessoa e não a conhecemos, e em um passe de mágica ou alta revelação tudo desabrocha em verdades cruas, neste instante você reconhece a face desconhecida de um novo amigo.

Amizade é troca, ninguém consegue viver em comunhão sem doar-se, aquela permuta de idéias, planos, confidências, risadas e choros.  Quero dos meus amigos críticas, dúvidas, plágios, humanidade, não a repetição do obvio consentimento e da exclusão de atitudes.

Quero amigos reais, repletos de defeitos para no somatório com os meus aja o crescimento; Anseio a dádiva de semear meu “eu”,cravando marcas das minhas esperanças e convicções, mesmo estas tendo mudando tanto ao decorrer dos anos; busco mãos dadas, abraços prolongados, olhares sinceros (até os de censura).

E todos aqueles dos mais próximos aos que me afastei por quaisquer circunstâncias remeto a agradecer por todo o tempo compartilhado para formação do que sou e de quem estou tentando ser, cada contribuição com sua peculiaridade, mas singular em valor.

Não despeço-me com pesar, porém com saudades e expectativas rumo ao melhor. Há um provérbio árabe: Nunca se justifique porque os inimigos não acreditam e os amigos não precisam.

 

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

sou do tipo

E lá se vai outro amor indo embora, mais uma tentativa vazia.

E olha que cresci, amadureci, abandonei os ciúmes, esqueci os traumas, dediquei-me, fui atenciosa e companheira e mesmo assim não rolou. Pego-me pensando o que fazer? Ai observo, o problema não estar em mim, mas em minhas escolhas para companheiros.

Não quero ser religiosa nos textos, mas exatamente tudo que peço sobre amor a DEUS, ele me concede, porque sempre peço sem pensar, na fúria do momento, acabo enfocando em coisas esdrúxulas que geram todo meu sofrimento.

Então Deus em sua infinita sabedoria me faz ver para pagar!

O simples e o normal têm infinitas possibilidades de me fazer mais completa, porém acabo na procura do impossível, do difícil, na escassez da probabilidade eu quero ser exceção.

 

Sempre quando há a mera expectativa de dar certo meu instinto liga um alerta, corra!

Permaneço no circulo vicioso arriscado, mesmo sabendo que ser regra é o cotidiano e a exceção é o milagre, acabo sempre pagando para vê! Destrutiva!

 

Devido aos últimos acontecimentos e novas declarações eu acho que sou daquele tipo de mulheres inesquecíveis, passam toda a vida sendo lembradas por seus ex amores, mas não ficam com eles. (até agora, porque não desistir de ser feliz ao lado de alguém)

 

Daquelas que levam eternamente no coração, mas não pode ser mãe dos seus filhos;

Sou perfeita para uma noite com amigos, mas suspeita para as sogras;

Sou inteligente para se admirar, mas pouco para fazer manter ao meu lado;

Sou bonita para ver, mas não para acordar todos os dias;

Sou exatamente fora do tipo de todos os meus exs, mas mesmo assim eles não conseguem ficar longe de mim, fogem, repelem, negam, lutam, mas lá contra a vontade de todos continuo me perpetuando em suas lembranças e em seus corações e em todos os “ E SE”.

 

Contudo, desta vez, não carrego traumas, terei a mesma leveza, sabendo cada vez mais das sutilezas, mas diferente de todas as outras vezes eu quero nada mais nada menos que o simples, sem formulas milagrosas, sem desafios, sem escândalos… apenas o que pode dar certo, não tenho tempo a perder!

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

Refúgio

Há momentos especiais em nossas vidas, nos quais descobrimos o exato instante em que a batalha começou a ser perdida, nesta hora a melhor estratégia pode ser refugiar-se para união de forças. Mas este abrigo, longe de tudo e de todos talvez não seja a melhor opção, porque esquivar-se, tirar o corpo fora, sair vivendo e observar para onde a vida vai nos levar nada mais é esconder poeira embaixo do tapete.

É muito mais fácil você cair em bebedeira e luxúria, e como muitos drogados descrevem muito bem anestesiar-se, apagar aquele instante de dor imensurável, mesmo por tempo irrisório e no dia seguinte tudo volte ao normal com toda força e voluptuosidade. Não julgo já o fiz finitas vezes.

É verdadeiramente mais duro( e como é difícil evoluir!), aceitar, saber  que o problema não estar no outro, ou nas outras pessoas, mas exclusivamente em você e naquele exato minuto em que você desviou-se de seu objetivo do que você realmente era, e então perdido começou a passar pela vida em branca nuvem como já dizia o poeta, onde os sonhos deixaram de ser palpáveis.

Demasiadamente triste é observar uma pessoa sem perspectiva, sem sonhos, sem rumo, caso interpele-a como se verá daqui a 10 anos? E a sua resposta for não sei!

As respostas devem ser oriundas de seus sonhos, de suas esperanças e de toda sua força de vontade, quando for indagado sobre o futuro e prospecção, voe alto, seja um sonhador e se suas fantasias forem de Deus e pautadas com honestidade serão sempre acalcadas.

Ganhei porque precisava um livro de palavras de sabedoria e rezei : “ Busque seus sonhos com sabedoria, não com soberba e nem por vaidade, mas por amor e por humildade. Não deixe de viver momentos bons hoje, por causa do futuro. É sabedoria viver um dia após o outro. Mas, não deixe morrer seus projetos para o amanhã. Tg 4:13-17”

Devemos nos reerguer como fênix, subjugar todos os pensamentos nefastos, todos os medos das derrotas findadas ou vindouras, fortalecer sua alma não com remédios efêmeros e fugazes. Não é uma guerra fácil é um trabalho a longo prazo, com muitos riscos e percalços, mas nada em toda sua vida será tão vívido que a consciência de sua real forma e ser feliz em transparecer seu verdadeiro eu, o designado pelos céus.

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

desapaixonando

O que leva os casais a se separarem? Ou melhor o que leva uma pessoa a desapaixonar?

Um belo dia você encontra alguém, conhece às vezes não, tem relacionamento ou não, mas apaixonasse, acorda um belo dia com aquele sorrisão, super de bom humor, dando bom dia aos pássaros e tudo é lindo.

Contudo, o que direciona o contrário? O que te faz olhar para aquela pessoa tão adorada e ver o quando vil é, ou o quanto não tem nada em comum e isto te impossibilita de conviver e de desejar?

Tem um caso de uma amiga minha que morria de amores, um belo dia o seu ser amado brincando com ela mostrou a língua em forma de gozação. Ela diz que naquele momento em diante sentiu tanto nojo porque a língua estava com coloração esbranquiçada que perdeu o amor.

Talvez da mesma forma de sua aparição aconteça seu fim; comigo e meu primeiro amor foi assim: eu dormir falando ao telefone que amava e acordei sem sequer nenhum sentimento, sem brigas, sem ressentimentos, sem nada.

A paixão surge avassaladora e se esvai como água nas mãos abertas.

Não há razões específicas para cada caso, mas em algum momento, um ato; uma forma de olhar; uma palavra errada; ou o descobrimento real do outro; ou até o seu próprio, afasta-o, torna-o abjeto.

Os ensejos são muitos e variados, mas todos nós corremos o risco, vários vão pensar não era real! Podem estar corretos, porém não corro atrás de certezas, quero as possibilidades, os encaixes, e por favor, os desencaixes para só assim a verdade não me doer tanto e eu conseguir ser feliz! Eu busco esperança …

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized